sábado, 22 de novembro de 2008

Os meus terceiros visitantes...

... e curiosamente da Ilha Terceira, Acores... para quem nao conhece, ilhas Portuguesas paradisiacas, no meio do Oceano Atlantico, onde vivi uns fantasticos 8 anos da minha vida (dos 10 aos 18 anos).



Bem, este tributo a estes meus grandes amigos, que ja os conheco ha mais de 25 anos (bolas, estou a ficar velho!!!), vem com mais de um mes de atraso.
Visitaram-me em Outubro, apos uma passagem pelo "3o" mundo... desculpem, pela China, mais concretamente Shangai. Para que nao haja ofensas, a grande maioria dos paises deste nosso planeta terra, nao fica muito longe do 3o mundo, quando que comparado com o Japao... claro que fazendo uma comparacao simpatica para com esses paises!

Adiante... um brinde,"Kampai" em Japones, aos meus ilustres visitantes Acorianos... como eles dizem... Acorianos nao... Terceirenses!!!


Mario Mendes e Paulo Eduardo
Japao, 03 de Outubro a 18 de Outubro de 2008

Comecando pela segunda semana da sua estadia, fizemos uma fantastica viagem a Kyoto, Nara, Himeji, Hiroshima e Miyajima.
Alem de visitarmos sitios lindissimos por esse Japao fora, que talvez os venha a descrever em futuros artigos, a viagem acabou por servir tambem para algum repouso apos uma extenuante semana inicial em Toquio. Nao, e nao foi por causa do inevitavel "jetlag", mas sim pela exploracao constante da noite em Toquio... ate se queixavam que so conseguiam ver Toquio de noite, tal a intensidade das actividades nocturnas!

Sim, porque na primeira semana do Mario e do Paulo em terras do sol-nascente, eu estava ca sozinho... ate calhou bem... tera sido coincidencia?!? Ai que alguem me vai "matar"...
Ja nao os vi ha algum tempo... mas ja nao estavamos os tres juntos ha muito, muito, muito tempo... claro que tivemos que por a conversa em dia a volta de uns valentes copos! E sempre no local do costume. O antro de perdicao chamado Roppongi. Nao fiquem com a ideia errada... e um sitio muito divertido para se sair a noite... farto-me de la passar as noites de fim de semana com mulher e amigos... mas sempre a abrir!

Bem foram noitadas constantes, pois era a unica maneira de pormos a conversa em dia, esta claro!
Ate houve um deles que se "perdeu" na noite... mas sempre bem acompanhado!


O Paulo e as modelos...


O Paulo e a bar-woman...


O Paulo e uma amiga...


O Paulo...Ups!!!

E mais nao digo...

Nota: A publicacao destas fotografias foir devidamente autorizada pelo visado... pois Roppongi, e' como Las Vegas... "What happens in Roppongi stays in Roppongi!"

7 comentários:

mãe do Nuno disse...

Konichiwa Nuno, Mário e Paulo, amigos de ocasião há mts,mas para os bons e maus momentos há muito poucos,e vocês os três são destes últimos...e ainda, Mário e Paulo queriam desistir do Técnico...!!!
Lembram-se?
Mário, menino sempre atencioso, simpático e sensível....agora na folgosa noite em Roppongi!
Paulo,menino sossegado, calminho,
e bem comportado...agora virou atrevidote!Não conhecia esta vossa faceta de boémia nocturna!!!
Quem havia de prever!! Quem havia de dizer!! O que se dirá aí em Angra??Espanto, ah!,oh!, admiração e muitas perguntas...o que se terá passado, como foi...e depois?!
Fizeram aí algum exercício,deram mergulhos, não na Silveira, mas em Rappongi, jogaram ténis, acertaram nas bolas?! Beijos da mãe do Nuno aos três divertidos, aventurosos, corajosos e prósperos mosqueteiros.
Continuem a cultivar a vossa grande amizade

Paulo Eduardo disse...

Hahahahaha, estava a pensar que não mensionavas nada a respeito do nosso encontro no Japão. Sim, confirmo que me pediste autorização para publicares as fotos e eu autorizei. Tenho quase a certeza de que os leitores terao uma ideia errada de mim pela forma como apareco, mas também não estamos a avaliar a minha vida ;-)
Um grande abraço,
Paulo

Paulo Eduardo disse...

Muchi muchi, tia Isabel :-)
Há quantos anos!! Sim, não me esqueci do apoio que nos deu nas alturas dificeis do tempo do Técnico, realmente não imagino qual seria o desfecho sem o seu apoio. Também não me esqueci de como é boa cozinheira, e de que me ensinou a comer fruta (mais propriamente laranja) de garfo e faca; e claro, também da posição correcta de nos sentarmos à mesa.
"Os sonsos são sempre os piores!" é o ditado que a sua afirmação me faz lembrar, mas esta aparencia boémia, não é nada comparada com o tal episódio do teatro que decerto ainda não se esqueceu, que aconteceu nos tempos do Técnico...
Não fique muito preocupada, continuo a ser o mesmo Paulo Eduardo que sempre conheceu, apenas um bocadinho mais velho.
O Nuno tem de me dar o seu telefone para lhe fazer uma visita a proxima vez que for a lisboa.
Muitos beijinhos,
Paulo

PS: cara titia, falo apenas por mim, tanto em Roppongi como na Silveira dei os meus mergulhos e joguei ténis, mas ainda estou a falhar muitas bolas, no entanto e surpreendemente tornou-se uma experiencia religiosa na qual conheci Jesus e Deus. Tenho efectivamente de voltar a Tokio para continuar o meu conhecimento religioso.

Nuno-san disse...

Lindo!
Este Sousa e' de partir a rir :-))

irmã do Brito disse...

Adorei ver-vos!

Beijos da Maria

Pratas disse...

Paulo, não te conheço mas... estás lá :)

Joao Monjardino disse...

O Grande Samurai em pleno networking... gh gh!