domingo, 4 de maio de 2008

Ainda sobre os terramotos...

Uma coisa curiosa sobre os tremores de terra, e' que aqui os predios nao estao encostados uns aos outros.

Existe sempre um espaco livre (1 a 2 metros) entre os predios, que lhes permitem abanar a vontade sem destruir o vizinho do lado.
Mas esse espaco entre os predios ate' acaba por ter uma utilizacao bastante util... todos os cabos electricos, algerozes, condutas e afins, descem lateralmente os predios, e nao pela parte da frente como acontece em alguns paises que conheco ;-) Fica tudo visualmente bastante mais "limpo".

Claro que o exemplo abaixo, sobre o espaco entre predios, e' um autentico exagero...

Alem de que, no caso de um sismo grande, esta pequena casa seria engolida pelos irmaos mais velhos do lado!


Entretanto, ja vi alguns predios a serem construidos do zero, e nas suas fundacoes, existem uns sistemas todos xpto, que mais parecem uns amortecedores de carros... ou seja, os predios estao montados sobre uns genero de molas, mais uma vez por causa dos abanoes.

Ah, e ja descobri o que quer dizer os caracteres Japoneses da mochila da Ericsson... algo tipo: "Kit de emergencia para desastres naturais", entenda-se terramotos. So ainda nao descobri para que servem as cotonetes!

5 comentários:

ibr disse...

Nesta caso é mais complicado, nada de elevadores!!! O espaço entre os prédios é para as pessoas se atirarem pelos lados laterais dos prédios e não serem atropeladas.....

LMVS71 disse...

Esse espaço no nosso país servia para os ladrões se esconderem á espera do cidadão para o gamar.
Já agora... se me permites a questão... por aí existem ladrões como por cá?
PS: Não estou a falar de politica.

Nuno disse...

Não, cá não existem ladrões... nem na rua, nem na politica... e quando o politicos fazem algo menos sério, vêm à televisão pública pedir desculpa (o que inclui várias vénias e choro!). É uma país bastante "Socialista/Social Democrata" na verdadeira acepção da palavra (até melhor de que os Nórdicos).
Para começar o IVA é 5%! O que é mau para mim... só tenho desconto de 5% em produtos "duty-free" ;-)

Luis Prata disse...

5%... Ao preço que a meloa está, não faz grande diferença :)

Nuno disse...

LOL!
A única coisa aqui mais baratucha é a electrónica... 20%-30% mais barato devido ao Euro estar forte em relação ao Yen. Mas depois, se sou mandado parar na alfândega (que é hábito) lá pago o IVA a 21% e lá se vai o desconto!