segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

As filas... de Japonesas


Ando aqui intrigado com uma coisa... mais uma no surpreendente Japão ;-)
Se algum dos meus estimados leitores me conseguir clarificar, fico muito grato.

Vivo numa área de Tokyo chamada Minato-Ku ("Ku" é algo semelhante á nossa, Portuguesa, freguesia... um bocadinho maior, claro!), e ao pé de uma das principais (e maiores) estações de comboio de Tóquio - Shinagawa.

Só um pequeno aparte... um excelente, e muito educativo, blog sobre o Japao "Muito Japão" (já terminado, mas com sucessor em "Muito Japão II") tem um artigo muito engracado sobre a estacao de Shinagawa. Ja estou há algum tempo para também escrever um artigo sobre a minha experiência diária nesta estação... até tenho videos para comprovar... lá chegarei.

Bem, adiante que se faz tarde. Não são raras as vezes que se me deparo com filas interminaveis de Japonesas numa das entradas da estação... sim, só mulheres... e, para variar, todas aprumadinhas. A vestimenta do costume... saltos altos, saias ou calções curtos, e a inevitável carteira "pendurada" no cotovelo.

Fico sempre espantado, embora na maioria das vezes seja um regalo para os olhos!

Questiono-me se serão filas de espera para entrevistas de emprego? Eventualmente, pois na estação existem imensas lojas, restaurantes, cafés, etc...
Para compras, sobretudo para lojas acabadinhas de abrir, também seria uma hipótese. A loucura do consumismo, por aqui, faz com que se fiquem em filas gigantescas, de várias centenas de metros, aquando da abertura de algumas lojas (por exemplo a H&M) ou para a compra de productos novos, tais como o Apple iPhone... em ambos os casos, foi a loucura total por cá, com filas a extenderem-se por vários quarteirões... mas sempre muito organizadinhas, não estivessemos no Japão.

Por acaso, neste país, existe uma cultura de filas... arriscaria-me a afirmar que adoram filas, tal como adoram novidades, saldos e descontos. E adoram sobretudo filas para novidades, saldos e descontos!
Filas, muito bem organizadas para tudo: para entrar no comboio, para entrar no metro, para entrar nas lojas, para comprar doces... e passam horas nisto... sao muito pacientes! Sinceramente não sei de onde vem o termo "Paciência de Chinês" (esses nada pacientes!)... "Paciência de Japonês" assentaria que nem uma luva!
Claro que com a quantidade de pessoas neste país, isto só poderia funcionar à base da fila... e de muita paciência... e sem stress...

Sim têm razão... filas há em todo o mundo, mais ou menos organizadas. A grande diferença aqui é que são formadas por pessoas civilizadas e educadas, em que ninguem tenta dar o "golpe" para passar à frente. Todos sabem que a sua vez chegará e que dará para todos! Ai o que me vai custar voltar um dia, para onde quer que seja!

7 comentários:

Antonio disse...

É muito frequente (por exemplo todos os dias em Omotesando junto a Harajuku) filas desse tipo serem para casting (comerciais, filmes bons e de todo o tipo..., telenovelas, fotos, hospedeiras de eventos, programas de TV, distribuidoras de produtos ou de publicidade, etc, etc).

NanBanJin disse...

Aqui onde eu estou - mais abaixo, em Fukuoka - é comum ver grandes magotes de senhoras de várias idades num só lugar: o world famous HAKATA-ZA, o teatro cá da terra.

Ao que parece vão assim, em grandes contingentes femininos, ver as grandes obras dramáticas do momento: o Miss Saigon, um Kabuki de renome, ou, muito mais interessante ou melhor, intrigante, ver as famosas TAKARAZUKA, um grupo de teatro exclusivamente composto por mulheres que faz uma espéie de mistura entre o nosso "teatro de revista" e qualquer coisa retirada do cabaret parisiense ao estilo Mollin Rouge ou Crazy Horse, não sei bem, e com uma forte natureza homo-erótica - não fosse as ditas actrizes fazerem ambos os papeis: os masculinos e os femininos, com muita graça, aliás. Ainda hei-de escrever um artigo sobre esse estranho caso das TAKARAZUKA e o bizarro fascínio que exercem sobre o público feminino - e tão só esse - aqui no Japão...

Agora não faço a menor ideia se haverá um teatro de renome pelas bandas de Shinagawa, Tokyo-to, que justifique um fenómeno semelhante ao que acabo de descrever, ou se se trata de outra coisa qualquer, isso que dá causa a esses curiosos ajuntamentos de moças...

Herika disse...

Existem muitas coisas nessa terra que só se explica por causa da cultura deles.
"Paciência de japonês" acho que poderia ser interpretado como "Educação de japonês".
Odeio filas =p

Maldonado disse...

Realmente os japoneses têm certas particularidades que me deixam perplexo.
Fiquei a conhecê-las mais através do blog Ângelo no país das maravilhas, e cada vez mais fico fascinado com elas. Aliás, dum modo geral, acho o Japão um país fascinante, pelo que, quando tiver possibilidades, espero conhecê-lo um dia.
Relativamente às bichas (prefiro o termo antigo, embora de gíria, pois filas é um maneirismo brasileiro), isso parece-me ser sinónimo de lentidão de atendimento. Será que aí há pouco pessoal para se atender o público ou as pessoas acham que têm todo o tempo do mundo para serem atendidas?
Em Portugal isso iria dar muita confusão, pois o tuga é impaciente por natureza.
Enfim, Há peculiaridades culturais japonesas que não entendo...

Caruso disse...

Caro Brito, fiquei surpreso e contente ao ler seu comentário sobre meu blog. Fico feliz que o veja desta maneira. Bom, mas sobre as meninas de Shinagawa,eu tbm já as vi, mas só me restou ficar com a pulga atrás da orelha sem saber o que elas fazem lá... por pouco não perguntei, mas estava com pressa. Da próxima vez, elas não me escapam! Valeu, obrigado mais uma vez!

ibr disse...

E eu que já deixei um carrinho completamente cheio de compras dento do supermercado pois as filas junto às caixas eram enormes, digamos cerca de 10 pessoas!!!!
E lembras do Pedro em Angra " ai!era um tal engarrafamento na Rua da Sé!": seis carros!
"Desde que há os semáforos,o trânsito está caótico!" dizia o tio Zé,"ainda não perceberam os macaquinhos vermelhos e verdes!" Como vês tudo tem explicação e tudo é relativo!Muita gente, grandes filas, pouca gente filas pequenas!!!!!!

Nuno-san disse...

Antonio,
Pois... o curioso e' serem so' mulheres.

NanBanJin,
Ja li o artigo no teu blog sobre o teatro femenino. Esta giro... estamos sempre a aprender, sobretudo no Japao!

Herika,
De facto, nos Latinos somos bastante mais impacientes.
Eles aqui, quando querem uma coisa, sao capazes de passar horas numa fila... nem que seja para comprar donuts! Nao entendo...

Maldonado,
Aqui as bichas existem para tudo. No entanto nao e sinonimo de pouca gente. Ate ha gente a mais a servir. So que o servico, e tao perfeito, tao perfeito, que se torna bastante lento.
Podem nao ser eficientes, mas sao muito eficazes! E dar gosto ser tratado em todo o lado com cliente... e nao como utente dos servicos, que e' o que maioritariamente acontece em portugal.

Caruso,
Os bons blogs sao para ser publicitados. E o ser e' muito educativo.

IBR,
E' tudo relativo na vida.
E uma das grandes e melhores caracteristicas do ser humano, e'a a sua capacidade de adaptacao a novas realidades e situacoes.